Importando para o Brasil

Era virtualmente impossível encontrar produtos importados no Brasil antes de 1990. O governo brasileiro fez uso de medidas protecionistas e impostos extremamente altos para desencorajar a importação de bens.

Esta imagem, no entanto, mudou quando o ex-presidente Fernando Collor de Mello quebrou a barreira de importação, reduzindo os impostos médios de importação e abolindo muitas cotações limitantes.

Embora tenha se tornado mais fácil importar produtos, ainda existem outros desafios que as empresas enfrentarão ao trazer seus produtos para o Brasil. Além de cumprir as proibições sobre a importação de certos itens, como roupas usadas, carros e máquinas, os importadores têm que lidar com impostos e taxas em cascata complexas que aumentam significativamente o custo de importação de produtos para o país. Na maioria dos casos, os impostos (federais e estaduais) e outros encargos adicionarão cerca de 100% ao custo de importação, dependendo de qual tipo de produto e qual estado é o destino final da importação.

Vantagens de comprar dos EUA

Certeza da originalidade dos produtos adquiridos; esse é um dos fatos mais relevantes na hora de optar por importar dos Estados Unidos. O país possui uma rígida política de controle de qualidade nos produtos que circulam por lá.

Outro atrativo é o preço. Como a maior parte das marcas mais procuradas possuem sede no país, os produtos, mesmo com a tributação referente à importação, acabam saindo mais baratos.

 

Tarifa alfandegária

Para entrar no Brasil, todo produto precisa ter somado a seu valor final a cobrança de tributos de importação. Porém, os itens cujo valor seja igual ou inferior a 50 dólares não são tributados. Além disso, para que não haja cobrança de impostos em cima dessas mercadorias, é necessário que tanto o destinatário quanto o remetente sejam pessoas físicas.

Entre 50 e 500 dólares, é cobrada uma taxa de 60% sobre o valor do produto, acrescido o frete. No caso de lojas (pessoas jurídicas) que façam a compra com intuito de revenda, será recolhido o ICMS, uma tributação estadual que pode chegar até 18%.

Acima de 500 dólares, será necessário contratar os serviços de uma empresa de importação ou agente aduaneiro. Para esses casos, também é possível usar o Importa Fácil, serviço disponibilizado pelos correios.

Como ganhar Dinheiro com Importação!


É importante certificar-se de que você possui a licença necessária antes de enviar as mercadorias, pois alguns itens não podem entrar no país sem a documentação em vigor. Infelizmente, se o seu produto estiver sob um regime de licença não automática, pode levar vários meses até você receber sua licença.
RTS – regime de tributação simplificado

Se você está planejando importar seus produtos usando o serviço de correio regular ou correios, você pode se beneficiar de um regime de tributação simplificado quando sua importação tiver um valor inferior a US $ 3.000. RTS, no entanto, não se aplica a bebidas alcoólicas, tabaco e produtos relacionados ao tabaco .

O imposto de importação fixo é de 60% do valor do produto declarado na fatura comercial mais os custos de seguro de frete e frete se estes não estiverem incluídos no valor da mercadoria. O procedimento para pagar o imposto dependerá da operadora escolhida:
Correspondência comum

Se as mercadorias valem menos de US $ 500, os impostos (imposto de importação e ICMS) são pagos nos correios quando você estiver recolhendo os produtos. Para mercadorias com valor acima de USD 500 e abaixo de USD 3000, é necessário registrar a importação no Siscomex para obter uma Declaração Simplificada de Importação (DSI). Além do ICMS, você deverá pagar R $ 150 pela liberação alfandegária.
Correios

O Courier calculará e pagará os impostos necessários diretamente à Secretaria da Receita Federal, e o destinatário será cobrado posteriormente.

 

Aperte na Imagem para Saber Mais!

Onde comprar nos EUA

Existe uma infinidade de lojas on-line que atendem os EUA, por isso, o importador inexperiente pode ficar em dúvidas sobre onde comprar. Para ajudá-los, nós criamos uma pequena lista com alguns lugares para adquirir os seus produtos.

 

Amazon 

Você encontra nesse site praticamente tudo que você queira comprar e possa ser vendido de forma legal. A gigante americana possui produtos ofertados tanto por ela mesma quanto por outros vendedores, por isso, é preciso ficar atento na hora de comprar. Também é preciso verificar se há a disponibilidade de envio dos produtos para o Brasil.

Ebay

Esse é o Mercado Livre americano, pois a estrutura e funcionamento dos dois sites são muito parecidos. Como ele faz apenas a intermediação entre compradores e vendedores, é importante ler os reviews de quem já adquiriu o produto desejado. Outro fato a ser averiguado é a localização do vendedor, pois pessoas de todo o mundo utilizam o serviço.

Walmart 

A loja americana possui uma variedade bem maior de produtos e preços bem inferiores ao encontrados na representante brasileira da marca. Como a Walmart não entrega diretamente dos EUA, será preciso usar o serviço de uma empresa de redirecionamento.

Deixe uma resposta